Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2012

Charlaine Harris - Eu sou a criadora


O jornal Orlando Sentinel entrevistou Charlaine Harris, que se encontra em Orlando para o SleuthFest, uma conferência anual dos escritores do género mistério, e a escritora da saga Sangue Fresco aproveitou para falar um pouco de True Blood, do criador da série Alan Ball e do próximo livro, Deadlocked. Aqui ficam as perguntas e as respostas desta entrevista.

 

Orlando Sentinel: Você é muito prolífica. Qual é o seu segredo?

Charlaine Harris: Este é o meu trabalho, é o que faço todos os dias. É o que faço há já 33 anos. Eu trabalho principalmente de manhã, um pouco à tarde também. Se conseguir fazer 8 páginas então é um grande dia, mas agora o meu tempo é muito mais exigente do que em anos anteriores. Faço muitas entrevistas, converso com os meus agentes, muitas vezes tenho que resolver dúvidas da minha editora. Visito sempre o meu site oficial (charlaineharris.com) e respondo a perguntas. Esta rotina parece nunca acabar. É um bom problema para se ter.

 

OS.: Quais os efeitos de True Blood na sua carreira?

CH.: Os livros da saga Sangue Fresco já vendiam bem antes da série de televisão, mas True Blood levou a uma maior exposição mediática e consequentemente a mais leitores. E mais pessoas começaram a ler os meus outros livros. Foi algo maravilhoso para a minha conta bancária.

 

OS.: O que você começou a fazer por causa da série?

CH.: Tantas coisas. Já apareci na série e já participei em eventos com o elenco. É um mundo muito diferente e do qual eu nunca pensei vir a fazer parte. Eu vou a uma festa deste mundo e sinto-me o primo mal vestido.

 

OS.: Pode-nos revelar alguma coisa sobre o próximo livro, Deadlocked, o 12º livro certo? (Com data de lançamento para 1 de Maio)

CH.: É o penúltimo livro, o que lhe dá logo um pouco de peso. Vai atar algumas pontas soltas nesta longa saga e responder a perguntas que os leitores tiveram ao longo destes anos. Há acção mas também existem decisões a serem tomadas sobre questões antigas.

 

OS.: Vai terminar no 13º livro?

CH.: Em 2013 hahaha

 

OS.: Você planeou isto desta forma?

CH.: Oh, eu não faço muitos planos. O meu contrato vai acabar. Tenho a certeza que a minha editora ficaria muito feliz [com mais livros], mas eu sinto que já disse tudo o que tinha a dizer sobre a Sookie e o mundo dela. Eu odeio fazê-lo apenas pelo dinheiro. Não que eu não queira o dinheiro, eu odeio é a ideia de arrastar algo por essa razão.

 

OS.: Já disse que sabe como a saga irá acabar. Você sempre o soube?

CH.: Sim, provavelmente desde o 2º livro, eu tive logo uma ideia de como os livros acabariam. Mas é ultra secreto.

 

OS.: Há algum livro da saga que seja o seu favorito?

CH.: Nem por isso. Há coisas em todos eles de que me orgulho, um momento que escrevi bem, em que senti que acertei no alvo.

 

OS.: A série de televisão tem beneficiado da tensão entre os vampiros Bill e Eric. Quão central é este confronto na sua história?

CH.: Eles [os actores] são maravilhosos, mas a história é muito diferente da minha história. Na minha cabeça, nunca existiu a situação Bill vs. Eric!

 

OS.: Como a Sookie mudou com o passar do tempo? É mais divertido escrevê-la agora?

CH.: Eu não escrevo a Anna Paquin, eu escrevo a Sookie Stackhouse! A Sookie é sempre divertida de escrever. Ela está a crescer, a mudar, ela é muito forte, é uma rapariga muito feminina. A Sookie ficaria bem sozinha sem um homem na sua vida. Ela gostaria de ter um relacionamento mas isso não é necessário para a felicidade dela.

 

OS.: Está feliz com as decisões que Alan Ball, o produtor executivo de True Blood, tem tomado?

CH.: Claro que já pensei sobre isso. Eu gosto muito do Alan. Acho que ele é um génio. Ele fez boas decisões para televisão, não está conscientemente a tentar imitar os livros. Isso seria aborrecido para ele e aborrecido para mim. Se eu soubesse de tudo que iria acontecer porque razão assistiria à série? Os espectadores e os leitores estão a ter duas experiências distintas.

 

OS.: Ele é descrito como o criador mas eu penso na Charlaine como A criadora.

CH.: Eu sou a criadora. Quando visito o set eles chamam-me The Maker. Mas ele é o criador desse mundo visual, sem qualquer dúvida. Veio tudo da cabeça dele e do seu talento para contratar as pessoas certas para os lugares certos.

 

OS.: Em que está a trabalhar de momento?

CH.: Agora ando a trabalhar com o Christopher Golden numa personagem completamente nova, a banda desenhada Cemetery Girl. Tenho aprendido muito. O formato é muito diferente de escrever um livro ou um conto. Tudo o que se escreve tem de ser feito numa imagem. Estamos a trabalhar bem, acabámos de entregar as primeiras 40 páginas e o artista gráfico começou o seu trabalho. Estou também a trabalhar no último livro da Sookie.
Estou ansiosa para chegar ao SleuthFest, ouvi tantas coisas boas dos meus amigos escritores sobre esta conferência. Estou ansiosa por ver alguns amigos e por falar com leitores que queiram saber mais sobre a maneira como trabalho.

 

OS.: É muito fácil de falar consigo.

CH.: Muitas pessoas dizem-me que sou parecida com as suas tias.

OS.: Isso é um elogio?

CH.: Eu não conheço as tias delas…

 

Esta entrevista não nos diz nada de novo é verdade mas o que acharam do pormenor de a Charlaine Harris afirmar que na cabeça dela nunca houve uma escolha entre Bill e Eric? Sendo este mesmo confronto o grande catalisador de discussões de fãs de ambos os lados?

 

Fonte: Orlando Sentinel

Categorias:

publicado por bexitah às 23:29
link do post | Dê a Sua Dentada | favorito
| | Partilhar
Email
Follow Me!

pesquisar neste blog

 

Últ. comentários

Olá eu quero muiito compra um frasco de sague de v...
alguem pf tem o 13} em pdf e em port. eu preciso '...
Eu ainda vou a menos de meio dos livros e por isso...
canada goose image zen-o central park
Eu, simplesmente, deixei de criar expectativas com...

Categorias

1 temporada(19)

1 vol. - sangue fresco(13)

10 vol. - segredos de sangue(7)

11 vol. - sangue ardente(3)

12 vol. - sangue impetuoso(2)

2 temporada(31)

2 vol. - dívida de sangue(13)

3 temporada(160)

3 vol. - clube de sangue(14)

4 temporada(154)

4 vol. - sangue oculto(17)

5 temporada(119)

5 vol. - sangue furtivo(6)

6 temporada(46)

6 vol. - traição de sangue(10)

7 temporada(25)

7 vol. - sangue felino(24)

8 vol. - laços de sangue(8)

9 vol. - sangue mortífero(6)

charlaine harris(91)

comic con 2009(4)

comic con 2010(6)

comic con 2011(3)

comic con 2012(6)

comic con 2013(1)

comic con 2014(2)

contos - um toque de sangue(4)

correio(7)

crónicas sf(10)

elenco(84)

fanart(31)

fanfic colaborativa(1)

fãs(83)

guia(2)

merchandising(7)

mini-episódios(13)

mov(6)

notícias(134)

opinião(31)

passatempo(62)

personagem(10)

prémios(8)

promoção(4)

rtp1(6)

s05e01(2)

sábado fangtástico(18)

série de tv(39)

the sookie stackhouse companion(1)

universo sf(23)

todas as tags

Arquivos

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Sangue Fresco on Facebook

Visitantes: