Sábado, 25 de Setembro de 2010

Valentina e Gabriel - Can it be more perfect?

Alcide chegou a casa, duas semanas depois de termos discutido. Entrou abruptamente e fiquei paralisada.
- Sookie, eu não sei como te dizer isto. Mas eu não aguento mais, preciso de ti perto de mim.
- Tu tens uns ciúmes insuportáveis. – Falei eu sem piedade, tentando disfarçar a minha paixão por aquelas palavras.

- Tu não entendes. Eu não consigo viver sem ti, eu quero mudar. Farei tudo por ti. – Disse ele com um pouco de aflição na voz. Percebi que era o medo da minha resposta… E fui um bocado mazinha e fi-lo sofrer mais um pouco.

- Aquilo foi demais Alcide! Eu não quero mais problemas! O Eric é meu amigo! E o que me deixa muito magoada é que tu não confias em mim, eu nunca iria fazer nada! – a maneira como falei deixou-o abalado. Agradeço à minha professora de teatro, devo-lhe isso a ela, pois estava morrendo de desejo. Precisava dele naquele momento. Completamente para mim.

- Eu nunca te quero perder. E a tua beleza preocupa-me. Eu confio em ti, mas não confio nos outros. – Eu não aguentava mais. Mas não poderia acabar já assim.

- Eu também te quero e também tenho muitos ciúmes, pela maneira como tu me olhas, eu tenho a certeza que tu nunca me irás trair. Eu confio em ti, e quero que tu também confies em mim.

- Eu confio, e confiarei. Sou completamente teu, para sempre. Só te quero a ti e a mais ninguém. – Ele aproximou-se, colocou as mãos no meu rosto e beijou-me. Retribuí o beijo muito intensamente. Todas as saudades que senti por ele nestas duas semanas descarregaram agora. E foi perfeito.

Então parámos de nos beijar e olhei-o nos olhos com muita paixão. O seu olhar foi recíproco. Continuámos a olhar-nos por um período de tempo. Então ele continuou a beijar-me. Passou a mão pela minha cintura, e depois até à coxa. E sem mais nem menos ele pegou-me e levou-me para o quarto. Não tão rápido como um vampiro. Mas eu estava apaixonada, então já nada mais importava.

Quando chegamos ao quarto eu olhei para o relógio, que marcava três horas da manhã e eu tinha de trabalhar no dia seguinte, então precisava de dormir.

Ele colocou-me no chão, e eu despi a roupa que tinha e vesti o pijama. Olhei para ele, tinha um olhar triste. Ele sabia que eu precisava de trabalhar, então imaginei que não tivesse criado muitas expectativas.

Ele abriu a cama, e deitou-se. Eu deitei-me logo a seguir a ele. “Agora está tudo bem” disse ele, e eu murmurei, “Obrigada querido.”

“Qualquer coisa por ti,” disse ele, com a sua voz gentil. “Boa noite, meu amor.”

 

Este texto faz parte do passatempo Sangue Felino


publicado por sangue-fresco às 14:17
link do post | Dê a Sua Dentada | favorito
| | Partilhar
Email
Follow Me!

pesquisar neste blog

 

Últ. comentários

Olá eu quero muiito compra um frasco de sague de v...
alguem pf tem o 13} em pdf e em port. eu preciso '...
Eu ainda vou a menos de meio dos livros e por isso...
canada goose image zen-o central park
Eu, simplesmente, deixei de criar expectativas com...

Categorias

1 temporada(19)

1 vol. - sangue fresco(13)

10 vol. - segredos de sangue(7)

11 vol. - sangue ardente(3)

12 vol. - sangue impetuoso(2)

2 temporada(31)

2 vol. - dívida de sangue(13)

3 temporada(160)

3 vol. - clube de sangue(14)

4 temporada(154)

4 vol. - sangue oculto(17)

5 temporada(119)

5 vol. - sangue furtivo(6)

6 temporada(46)

6 vol. - traição de sangue(10)

7 temporada(25)

7 vol. - sangue felino(24)

8 vol. - laços de sangue(8)

9 vol. - sangue mortífero(6)

charlaine harris(91)

comic con 2009(4)

comic con 2010(6)

comic con 2011(3)

comic con 2012(6)

comic con 2013(1)

comic con 2014(2)

contos - um toque de sangue(4)

correio(7)

crónicas sf(10)

elenco(84)

fanart(31)

fanfic colaborativa(1)

fãs(83)

guia(2)

merchandising(7)

mini-episódios(13)

mov(6)

notícias(134)

opinião(31)

passatempo(62)

personagem(10)

prémios(8)

promoção(4)

rtp1(6)

s05e01(2)

sábado fangtástico(18)

série de tv(39)

the sookie stackhouse companion(1)

universo sf(23)

todas as tags

Arquivos

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Sangue Fresco on Facebook

Visitantes: