Sábado, 25 de Setembro de 2010

David Baptista da Silva (sem título)

Preparava-me para sair de mais uma noite agitada no Merlotte’s quando um  vulto se atravessou à minha frente. Mas só quando a nuvem escura que cobria a lua se afastou e esta o iluminou consegui distinguir o rosto de Bill. Olhava-me em silêncio, com o mesmo olhar com que me fitara na primeira vez que o vira no bar.
-Assustaste-me, idiota! – gritei batendo-lhe com o punho no peito enrijecido pelos séculos – O que é que queres? Pensei que tinha sido bem clara quando te disse que nunca mais te queria ver!
O rosto dele permaneceu inalterado.
-Sookie...eu...eu preciso de falar contigo – disse de forma meio atabalhoada, o que não era de todo, típico nele.
-Para quê? Vais-me pedir novamente que faça algo por ti onde possa acabar morta? – retorqui de forma ácida. Não queria mesmo vê-lo e muito menos ter de o ouvir a contar mais mentiras – Ou não?! Espera! Já sei. Vou ter de fazer algo que a tua Rainha morta mandou, algo de onde vou sair, para não variar, feita num oito e coberta de nódoas negras e cicatrizes?
-Eu vim porque quis – disse Bill, ignorando por completo tudo o que eu dissera só para o irritar – eu quero que voltes para mim Sookie.
-DESCULPA? – o meu berro ecoou na noite – Só podes estar a gozar! Tu usaste-me! Andaste a brincar com os meus sentimentos e depois deitaste-me fora! Desculpa se a minha memória não está morta como tu.
-Eu amo-te – disse ele, simplesmente.
Nem queria acreditar no que ele tinha tido o desplante de dizer. Senti a fúria correr-me nas veias, misturada no meu sangue. Aquele sangue que eu lhe oferecera livremente tantas vezes, julgando que ele me amava.
-Tu não me amas. Tu amaste a ti próprio como o teu amigo Eric e todos os da tua laia.
-Achas que sim? Enganaste. Eu pus a vida em risco por ti mais vezes do que as minhas ordens ditavam. Será que te achas assim tão importante? – o tom dele era frio e severo. Notou-se que tinha aquilo entalado na garganta há muito e finalmente tivera a coragem para mo dizer. No céu uma nuvem voltou a tapar a Lua – O interesse da Rainha em ti não é grande ao ponto de sacrificar a minha segunda vida por ti.
-Mas tu... – a minha cabeça andava às rodas. Seria aquilo verdade?
-Pensa bem Sookie. Sempre que gritavas eu vinha. Sempre que chamaste por mim eu estive lá. A minha criadora quase me matou por tua causa. Se eu lhe tivesse dito simplesmente que cumpria ordens da Rainha ela não o teria feito. Peço desculpa se não sou um cavaleiro andante, montado num cavalo branco. Mas tu também não és uma princesa inocente e pura, ingénua e idiota.
-Eu sei... – aquelas palavras estavam a esmagar-me. Ele tinha razão. Como podia ser tão cega. Como é que nunca pensara nisso?
-Eu sou um vampiro. Não sinto como os humanos. Arriscar a eternidade por ti é o mais perto que consigo chegar de uma prova de amor...e eu sei que tu ainda me amas.
Senti uma lágrima escapar-se. Bolas! Precisava de tudo menos daquilo. Chorar agora era capitular diante dele. Mas também, valeria a pena esconder? Ele amava-me e eu amava-o ainda. Todos os outros com quem me envolvera, à excepção do pobre Sam talvez, tinham uma agenda secreta sempre. Ora me queriam usar para chantagem ora para jogos políticos de alcateia. O Bill tivera uma agenda também. Mas o que nos uniu
acabou por se sobrepor. De tal forma que ele nem tivera coragem para me contar. E mesmo assim estivera sempre lá para mim...sim...à maneira dele, amava-me...
-Não me voltes a desiludir... – disse. Ele acenou com a cabeça e envolvendo-me nos seus braços, beijou-me. E a lua voltou a brilhar.

 

Este texto faz parte do passatempo Sangue Felino


publicado por sangue-fresco às 13:36
link do post | Dê a Sua Dentada | favorito
| | Partilhar
Email
Follow Me!

pesquisar neste blog

 

Últ. comentários

Olá eu quero muiito compra um frasco de sague de v...
alguem pf tem o 13} em pdf e em port. eu preciso '...
Eu ainda vou a menos de meio dos livros e por isso...
canada goose image zen-o central park
Eu, simplesmente, deixei de criar expectativas com...

Categorias

1 temporada(19)

1 vol. - sangue fresco(13)

10 vol. - segredos de sangue(7)

11 vol. - sangue ardente(3)

12 vol. - sangue impetuoso(2)

2 temporada(31)

2 vol. - dívida de sangue(13)

3 temporada(160)

3 vol. - clube de sangue(14)

4 temporada(154)

4 vol. - sangue oculto(17)

5 temporada(119)

5 vol. - sangue furtivo(6)

6 temporada(46)

6 vol. - traição de sangue(10)

7 temporada(25)

7 vol. - sangue felino(24)

8 vol. - laços de sangue(8)

9 vol. - sangue mortífero(6)

charlaine harris(91)

comic con 2009(4)

comic con 2010(6)

comic con 2011(3)

comic con 2012(6)

comic con 2013(1)

comic con 2014(2)

contos - um toque de sangue(4)

correio(7)

crónicas sf(10)

elenco(84)

fanart(31)

fanfic colaborativa(1)

fãs(83)

guia(2)

merchandising(7)

mini-episódios(13)

mov(6)

notícias(134)

opinião(31)

passatempo(62)

personagem(10)

prémios(8)

promoção(4)

rtp1(6)

s05e01(2)

sábado fangtástico(18)

série de tv(39)

the sookie stackhouse companion(1)

universo sf(23)

todas as tags

Arquivos

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Sangue Fresco on Facebook

Visitantes: